terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Nuno Caravela e o Bando das Cavernas



No passado dia 16, o escritor e ilustrado Nuno Caravela visitou a Escola Básica nº 2 da Moita. Autor da coleção "O Bando das cavernas", Nuno Caravela dinamizou três sessões com os alunos do 1º ciclo daquele estabelecimento de ensino (ver notícia em https://www.facebook.com/bibliotecasagrupamentomoita/?fref=ts).



A coleção "O Bando das Cavernas" retrata-nos as aventuras de um grupo de amigos que vive na Pré-História, mas com uma particularidade: eles têm tudo o que nós temos hoje, mas de forma diferente: 
- em vez de um autocarro escolar, têm o mamute escolar; 


 
 

- em vez de boiões de tinta, têm os chocos vampiros com tinta; 




 - em vez do Facebook, têm o Facepedra (que existe mesmo; vejam em https://www.facebook.com/OBandodasCavernas/?fref=ts); 
- em vez do canal História na TV, têm o canal Pré-História; 
e assim por diante…



Mas vamos conhecer os nossos amigos.


Tocha: na escola tem fama de saber acender uma fogueira, embora nunca ninguém o tenha visto a fazer tal proeza.




 


Ruby: a sua melhor qualidade é o bom senso e, por isso, é ela quem põe ordem no bando.


 




Menir: é forte, emociona-se com facilidade e pensamentos complexos não são o seu forte. Não existe, porém, amigo mais leal do que ele.



 

Kromeleque: é o membro mais hiperativo do bando. Detesta injustiças e todos os trogloditas bananas que dizem mal do Bando das Cavernas.




 


O Bando é sempre acompanhado por dois fiéis amigos.

Tzick: vive no teto da caverna do Kromeleque (às escondidas, pois a mãe não quer) e acompanha o bando para todo o lado.


 


Sabre: simpático e calmo, o grande tigre (ou gatinho fofinho, como lhe chama a Ruby) só se zanga quando os amigos estão em perigo.





A infernizar a vida aos nossos amigos, temos dois grupos, os Neandertais e o Bando dos Que Têm a Mania Que São Bons.




 







Queres saber um pouco mais sobre os vários livros da coleção? Clica para veres pequenos vídeos de apresentação.

 


 










Todas as imagens utilizadas foram gentilmente cedidas pelo autor, Nuno Caravela

Sem comentários:

Enviar um comentário