sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

In Memoriam


Comemora-se hoje o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, assinalando o dia em que as tropas soviéticas libertaram o campo de concentração de Auschwitz-Birkenau.


Transcrevemos abaixo parte do discurso proferido por Sua Excelência, o anterior Secretário-Geral da ONU, Sr. Ban Ki-moon, em 2012:
“Um milhão e meio de crianças judias morreram no Holocausto — vítimas da perseguição dos nazis e seus apoiantes. Dezenas de milhares de outras crianças também morreram. Isso incluía pessoas com deficiência assim como ciganos. Todos foram vítimas de uma ideologia inspirada pelo ódio que os classificou como “inferiores”.
Muitas crianças ficaram órfãs da guerra ou foram arrancadas às suas famílias. Muitas morreram de fome, doenças ou às mãos de quem as maltratou. Nunca saberemos como essas crianças poderiam ter contribuído para o nosso mundo.
E entre os sobreviventes, muitos estavam demasiadamente abalados para contar suas histórias. Hoje, queremos dar voz a esses relatos. É por isso que as Nações Unidas continuam a transmitir os ensinamentos universais tirados do Holocausto. E é por isso que nós nos esforçamos para promover os direitos e as aspirações de todas as crianças todos os dias em todo o mundo.
Hoje, ao recordar todos aqueles que perderam sua vida no Holocausto — desde crianças até adultos –, peço que todas as nações protejam os mais vulneráveis, independente de raça, cor, género ou religião.
As crianças são especialmente vulneráveis ao pior da humanidade. Devemos mostrar-lhes o melhor que este mundo tem para oferecer. Obrigado.”

Sem comentários:

Enviar um comentário