quarta-feira, 8 de abril de 2015

Dia Mundial da Astronomia - Corpos celestes

No Universo existem muitos e variados corpos celestes.


Estrelas- As estrelas são corpos celestes que possuem uma característica particular: são bastante reluzentes, sendo tal luminosidade proveniente do próprio astro. O conjunto de várias estrelas tem o nome de constelação, das quais  podemos destacar, por exemplo, a Ursa Maior e Ursa Menor.

         

Planetas – Tradicionalmente, dava-se este nome aos corpos celestes "que se comportavam de forma diferente das estrelas". Hoje, para um corpo celeste ser considerado como planeta tem de cumprir certas condições: tem de ter um órbita em volta do Sol, ter massa suficiente para possuir gravidade própria, adquirir uma forma arredondada e ter eliminado objetos menores da sua órbita. Devido a estas condições estabelecidas em 2006, Plutão perdeu a categoria de planeta do Sistema Solar.


Meteoros e Meteoritos - São corpos celestes de pequenas dimensões, chamados de meteoroides, que andam à volta do Sol. Geralmente são partículas rochosas resultantes da colisão de asteroides. Quando passam nas proximidades da Terra, esses corpos celestes são atraídos pela força de gravidade do planeta. Os meteoros são vaporizados e incendeiam-se ao entrar na atmosfera terrestre, sendo popularmente chamados de estrelas cadentes. As rochas que conseguem sobreviver a essa entrada na atmosfera e atingem a superfície terrestre são os meteoritos.


Asteroides – São corpos rochosos que pairam pelo Universo. Milhões deles descrevem uma órbita em torno do Sol, especialmente entre os planetas Marte e Júpiter. O seu tamanho varia entre menos de um quilómetro a até centenas de quilómetros de superfície. 


Cometas - São corpos celestes relativamente frágeis, com uma superfície irregular e, de certa forma, semelhantes aos meteoros. No entanto, são formados fora do sistema solar e sua superfície gelada é envolvida em poeira cósmica que, ao aproximar-se do Sol parece incendiar-se e é vista em forma de cauda.



Sem comentários:

Enviar um comentário