Mensagens

8 de junho - Dia Mundial dos Oceanos

Imagem
O Dia Mundial dos Oceanos é celebrado anualmente a 8 de junho e pretende lembrar a importância dos oceanos no nosso quotidiano, enquanto «pulmões do planeta».  Este dia é assinalado por muitos países, especialmente depois da Conferência sobre o Ambiente e Desenvolvimento, no Rio de Janeiro em 1992.  Todos os anos a celebração deste dia é acompanhada por um evento temático. Em 2021, o tema é "The Ocean: Life and Livelihoods" e faz alusão ao Oceano como fonte de vida essencial. “O mar” Este é o mar onde os barcos viajam, os peixes moram, os golfinhos saltam, as baleias lançam repuxos, as crianças nadam, os jardins são de coral e sabem a sal. Este é o mar que se esgota em esgoto, se lixa em lixo, o das marés negras, das redes de arrasto, dos rastos de sangue, dos cemitérios nucleares, dos muitos azares. Este é o mar. Quem é que entende a canção das ondas? Luísa Ducla Soares 

5 de junho - Dia do ambiente

Imagem
  Como surgiu o Dia Mundial do Ambiente?   Este dia foi criado com o objetivo de sensibilizar a população mundial a implementar práticas que ajudem a preservar o nosso meio ambiente.   O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado no dia 5 de Junho de 1972, durante a Conferência de Estocolmo. Foi a primeira vez que se organizou uma Conferência das Nações Unidas para falar sobre o meio ambiente.   Este encontro teve como principal objetivo sensibilizar os países e a população em geral, de modo a alterar a forma como vemos e tratamos as questões ambientais, estabelecendo princípios para orientar a política ambiental em todo o planeta.   A Conferência de Estocolmo, em 1972, foi a primeira conferência a debruçar-se sobre esta temática. Nesta conferência, a ONU criou o PNUA (Programa das Nações Unidas para o Ambiente), programa este que tem como objetivo coordenar as ações internacionais de proteção do ambiente e de promoção do desenvolvimento sustentável; e apresentou também a Declaraç

Autor em destaque - Nuno Caravela

Imagem
  Nuno Caravela é, certamente, um dos autores juvenis mais lidos e apreciados pelos nossos alunos.  Autor da coleção "O Bando das Cavernas", alia uma grande imaginação a ilustrações apelativas, que muito agradam a crianças e jovens. Biografia do autor Nuno Caravela nasceu em Lisboa a 1 de agosto de 1968. Frequentou duas escolas de ensino artístico: o I.A.D.E e o AR.CO. Centro de Arte e Comunicação. A sua carreira de autor e ilustrador teve início em 1992. Ao mesmo tempo, exerceu funções de criativo durante seis anos em agências de publicidade e foi, durante sete anos, autor e coordenador de edição do projeto «Escola Global - A Tradição na Sala de Aulas», destinado à recuperação de Contos Tradicionais Portugueses. Tem desenvolvido inúmeros projetos na área da literatura infantil, sendo de destacar a coleção “O Bando das Cavernas”.   O que diz o autor sobre esta coleção: «Com O Bando das Cavernas pretendo, acima de tudo, divertir e estimular a imaginação dos mais novos, transpo

Padlet colaborativo "A princesa e a ervilha"

Imagem
  A Feira de Projetos Educativos da Moita realiza-se, este ano, online.  Foi preciso repensar um pouco a forma de apresentar trabalhos e projetos desenvolvidos nos Agrupamentos de Escolas do concelho. Na sequência de uma proposta apresentada pela Professora Bibliotecária da Escola Básica de Alhos Vedros, a propósito do seu projeto Tabliotec@, foi criada uma atividade em parceria entre Agrupamentos. Os alunos de 4º ano, a partir da leitura do conto "A princesa e a ervilha", criariam atividades para apresentar aos colegas de outros Agrupamentos. A contribuição da Biblioteca da Escola Básica nº 2 da Moita, em articulação com a turma B2.8, foi a criação de um padlet para trabalho colaborativo, onde é possível realizar atividades relacionadas com o conto.    

Menu de Leitura Língua Portuguesa pelo Mundo

Imagem
     Neste mês de maio deixamos convosco o Menu de Leitura Língua Portuguesa pelo Mundo. Espero que gostem destas leituras. E escolham degustar o Prato do Dia...

David Machado e Paulo Galindro

Imagem
  O aniversário da Biblioteca Municipal da Moita proporcionou a muitas crianças do concelho um encontro online com o escritor David Machado e o ilustrador Paulo Galindro, a propósito do projeto "Um dia de cada vez", lançado durante o primeiro confinamento, em 2020. David Machado nasceu em Lisboa em 1978. Estudou Economia no Instituto Superior de Economia e Gestão, antes de começar a dedicar à escrita. É autor do romance O Fabuloso Teatro do Gigante e do livro de contos Histórias Possíveis . Escreveu ainda Deixem falar as pedras, Debaixo da pele e Índice médio de felicidade , adaptado ao cinema. Em 2005, o seu conto infantil A noite dos animais inventados recebeu o Prémio Branquinho da Fonseca, da Fundação Calouste Gulbenkian e do jornal Expresso. Desde então, publicou mais três contos para crianças: Os quatro comandantes da cama voadora, Um homem verde num buraco muito fundo, Eu acredito, O alfabeto nojento, Uma noite caiu uma estrela e O tubarão na banheira , distinguid

Trabalhos da turma B2.8 - "A menina do mar"

Imagem
  A partilha dos trabalhos realizados pelos nossos alunos tem sido um dos motes do nosso trabalho.  Hoje, partilhamos convosco um padlet construído pela turma B2.8, a propósito da história "A Menina do Mar", de Sophia de Mello Breyner Andresen.