domingo, 10 de fevereiro de 2013

Atenção! Sou um adolescente - Luísa Ducla Soares


Vem aí o Dia dos Afetos. Depois da comemoração do Dia da Não Violência e da Paz, esta comemoração do próximo dia 14 de fevereiro vem reforçar a importância das relações pacíficas entre todos. 
Sugerimos hoje a leitura de um livro de uma autora muito querida no Agrupamento de Escolas da Moita: Luísa Ducla Soares. "Atenção! Sou um adolescente" fala-nos sobre a experiência de ser adolescente, vista a partir de um jovem de 13 anos.
Mas este livro fala-nos também sobre o flagelo do bullying:

"Na escola, o Pitosga é o mais ridículo de todos os rapazes. Além de usar aqueles óculos enormes, com armação às risquinhas, vai ao barbeiro da esquina que lhe faz um penteado à totó, com risquinha ao lado, enquanto nós deixamos as poupas em pé, as franjas a tapar os olhos, usamos o cabelo esculpido com gel ou então cortado à escovinha. Traz pasta em vez de mochila, calças com vinco e sapatos de cabedal. Não tem mesmo nada de normal.
Diz sempre bom dia e boa tarde às professoras, não se esquece dos trabalhos de casa nem do compasso e, em vez de ir ao McDonald's connosco, fica no recreio a comer sandes vegetarianas. No outro dia, o Antunes, enquanto ele foi à casa de banho, encheu-lhe a sandes com dois pacotes de pimenta.
Rimo-nos até mais não. Parecia que o pateta rebentava, de tão vermelho. (...) Ele bem queria ir ao repuxo beber água mas não o deixámos sair. Finalmente o Antunes despejou-lhe três cervejas pela goela abaixo. (...)
No dia seguinte tirámos-lhe os sapatos e as calças num beco onde ninguém passa e o rpaz teve de voltar em boxers (...).
No dia seguinte faltou, no outro também e, quando voltou, a tia vinha com ele, de mão dada. Com treze anos, de mão dada! (...)
O Rui até lhe fez uma versalhada:
Ó Pitosga, 
Cara de osga, 
Não me dês a tua mão,
que cheira a chichi de gato, 
Que cheira a cocó de cão.
(...)
No dia seguinte, o Pitosga voltou a faltar. (...)
No telejornal, à noite, a apresentadora deu a notícia: JOVEM DE TREZE ANOS AFOGADO NUMA LAGOA. (...)
Eu levantei-me, fui para o quarto e atirei-me para cima da cama. "Suicidou-se, suicidou-se, suicidou-se!", dizia-me cada imagem que me vinha à cabeça."

Luísa Ducla Soares, Atenção! Sou um adolescente, Civilização, Porto, 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário