segunda-feira, 11 de março de 2013

Sugestões de leitura

Papiniano Carlos – A menina gotinha de água 

"Era uma vez uma menina chamada Gotinha de Água. A menina Gotinha de Água vivia no mar sem fim. E era linda, tão linda, vestida de esmeralda e luar. Ora no fundo, ora nas vagas coberta de espuma, ela brincava com as suas irmãs. (…)" 

Partindo do ciclo da água, nesta obra encontra-se uma cativante ficção poetizada. A Gotinha de Água aparece como um ser humanizado, uma menina com uma alegria contagiante, divertida e traquina, que ri, que brinca com as irmãs e com os peixinhos, que joga às escondidas e que se diverte a beijar as pernas e os cabelos dos meninos na praia. Conta-se como vive a Gotinha de Água, quais os caminhos que percorre e em que espaços se encontra, relatando-se como a sua vida é essencial para outras vidas. Representa-se a aventura cíclica da água através da viagem da Gotinha e das suas irmãs que partem da sua casa, o Mar imenso, e percorrem as nuvens, a chuva, a terra, uma fonte, um ribeiro, uma barragem, um estuário de um grande rio, para regressarem novamente ao mar.

Sem comentários:

Enviar um comentário